Quem vê cara, não vê intenção

A complexidade das florestas da Terra do Fogo (Ushuaia, Argentina) é espantosa. Um terra que já foi habitada pelos índios yámanas até o início do século 20 e ponto de parada de Charles Darwin em sua histórica viagem a bordo do HMS Beagle, atualmente está parcialmente protegida (68.909 ha) desde a criação do Parque Nacional, em 1960. Mesmo nestas áreas é possível presenciar os impactos ambientais negativos, principalmente os relacionados à introdução do castor canadense (Castor canadensis), responsável pela destruição de incontáveis área de bosque andino para construção de represas.

Continue lendo “Quem vê cara, não vê intenção”

Dois livros e um Darwin

A abertura das comemorações do aniversário de Darwin (mais conhecida como Darwin Day) no Museu de Zoologia da USP (MZUSP) foi histórica. A organização do evento convidou para a primeira mesa-redonda dois personagens diretamente relacionados à principal publicação de Charles Darwin, o livro “A Origem das Espécies”: os professores doutores Nélio Bizzo (FE-USP) e Pedro Paulo Pimenta FFLCH-USP).

Continue lendo “Dois livros e um Darwin”

Darwin sem censura

No próximo dia 12 de fevereiro o mundo comemora o nascimento de um dos maiores cientistas da história da humanidade: Charles Robert Darwin. Ele revolucionou o pensamento sobre a diversidade da vida e seus mecanismos com a publicação do livro “A Origem das Espécies” (1859), que causou enorme impacto na sociedade da época. O resultado provocou algumas alterações nas edições seguintes do livro, como por exemplo a supressão de um trecho no qual Darwin sugere que as baleias tinham origem num ancestral mamífero terrestre.

Continue lendo “Darwin sem censura”