A fotografia como ferramenta para monitores ambientais no Parque Estadual Xixová-Japuí

No último dia 27 de abril tive a satisfação de colaborar com a formação da equipe de monitores ambientais da unidade de conservação Parque Xixová-Japuí (PEXJ), localizado entre os municípios de São Vicente e Praia Grande, no litoral paulista (fig.1). A unidade estadual foi criada em 1993 e possui aproximadamente 900 hectares, abrigando fragmentos de Mata Atlântica, mata de encosta, costões rochosos, restinga, praia arenosa e o ambiente marinho, que ocupa cerca de 1/3 da área do parque (fig.2).

Figura 1. Localização do PEXJ, entre as cidades de São Vicente e Praia Grande.
Figura 2. Mapa do Zoneamento do PEXJ. Fonte: AGEM, Relatório da Comissão de Biodiversidade do CONSEMA sobre o Plano de Manejo apresentado pela Fundação Florestal. Link de acesso

Recentemente a gerência do PEXJ iniciou um curso de formação de monitores ambientais (seguindo as resoluções SMA 32/98 e 195/18), convidando moradores das áreas de entorno e regiões vizinhas para formar a equipe de monitores autônomos (autodenominados “Econativos“), que são autorizados após a capacitacão a acompanharem grupos em atividades e roteiros dentro do parque. As disciplinas do curso envolvem conhecimentos teóricos e práticos sobre biologia, ecologia, etnobiologia, zoologia, história, antropologia, botânica, turismo, entre outros. Sabendo disso, pensei na possibilidade de oferecer um curso básico de fotografia de natureza e a gerência do parque aceitou.

Turma de monitores “Econativos

A ideia do curso foi fornecer, num primeiro encontro, noções fundamentais da fotografia de natureza através inicialmente de uma reflexão sobre a fotografia como linguagem e o impacto disso no cotidiano e como isso poderia ser trabalhado em ambientes naturais, utilizando o equipamento que cada um possui (câmera fotográfica ou celular). Além disso, trazer os principais elementos visuais (forma, padrões, cores, linhas, textura, entre outros) através de exemplos fotográficos relacionados à natureza.

A turma foi muito receptiva e disposta a aprender os conteúdos. Assim partimos finalmente para o campo (floresta, neste caso) para que a turma pudesse praticar o que aprendeu.

A tarefa era simples: apresentar uma foto para ser compartilhada com os demais. Eis alguns resultados:

O próximo passo com o grupo é aprofundar o entendimento de alguns fundamentos de composição e exposição, bem como praticar com câmeras fotográficas DSLRs (Digital Single Lens Reflex), para que possam entender semelhanças e diferenças de ambos equipamentos (celular e câmera), aumentando assim as possibilidades de projetos que podem desenvolver futuramente, seja mostrando seu olhar sobre o parque e o entorno tanto para os visitantes presenciais quanto virtuais. Minha expectativa é que todos, a partir de agora, percebam que com a fotografia abriu-se mais uma possibilidade de se comunicar com as pessoas e mostrar à elas um pouco da visão de cada um sobre a natureza que está tão próxima, mas muitas vezes não as toca.


Um agradecimento especial à todos a equipe do PEXJ, principalmente Alexandre Pena, que desde o primeiro momento apoiou esta e outras iniciativa no parque.

Mais informações sobre o Parque Estadual Xixová-Japuí:
Administração – Base Paranapuã
Dias e horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, de 8h30 às 17h.
Telefones: (13) 3567-1767 / 3567-2199
E-mail: pe.xixovajapui@fflorestal.sp.gov.br
Endereço: Av. Engenheiro Saturnino de Brito, s/ nº – Parque Prainha – São Vicente/SP – CEP 11325-010
Centro de Visitantes – Sede Japuí
As visitas precisam ser agendadas por e-mail ou no telefone (13) 3567-2190, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h, com possibilidade de agendar para o final da semana.
Endereço: Av. Tupiniquins, 1009 – Japuí – São Vicente/SP – CEP 11325-000

2 comentários em “A fotografia como ferramenta para monitores ambientais no Parque Estadual Xixová-Japuí

  1. Obrigado Márcio, pela excelente iniciativa e por nos proporcionar um grande aumento em nosso aprendizado na área da fotografia de meio-ambiente. Seus ensinamentos claros e precisos nos conduziram ao conhecimento de novas técnicas que fizeram despertar em cada um de nós a criatividade. Aguardamos em breve a continuidade deste excelente curso com grande ansiedade pois amamos fotografar em especial a natureza. Gde abraço e mais uma vez PARABÉNS !!!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Eu que agradeço a oportunidade de compartilhar conceitos e fundamentos que poderão ajudar na conservação do parque e no desenvolvimento profissional (e pessoal) de vocês. Grande abraço!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.