O chamado do novo mico amazônico

Nosso conhecimento sobre a diversidade biológica cresce a cada dia através do resultado de pesquisas científicas e recentemente um grupo de pesquisadores, em sua maioria brasileiros, contribuiu para que as informações sobre um família de primatas amazônicos estejam agora menos incompletas com a descoberta e descrição de uma nova espécie de sagui, Mico munduruku sp. n., ou simplesmente sagui-dos-mundurukus, homenagem aos índios Munduruku.

Continue lendo “O chamado do novo mico amazônico”

Uma conservacionista e os psitacídeos em Ilhabela

Segundo a legislação ambiental brasileira, os animais selvagens são responsabilidade do Estado e ações de conservação são necessárias para manter as espécies fora de ameaça. Mas o fato é que os governos, em qualquer esfera, têm demonstrado uma incapacidade histórica de proteger a fauna no país, abrindo espaço para a sociedade civil realizar a tarefa, como faz Silvana Davino, que há mais de dez anos atua na conservação de psitacídeos em Ilhabela, na Área de Soltura Monitorada de Fauna Silvestre Cambaquara.

Continue lendo “Uma conservacionista e os psitacídeos em Ilhabela”

O primeiro filhote de jubarte a gente nunca esquece

Como colaborador do VIVA Instituto Verde Azul, uma das minhas tarefas neste mês foi acompanhar – realizando a captação e edição de imagens – a equipe em Ilhabela, litoral norte de São Paulo, onde as biólogas estão realizando a pesquisa sobre baleias jubarte (Megaptera novaengliae) a partir de um ponto fixo na área sul da ilha, região de Borrifos. Com o aumento expressivo do número de indivíduos em águas paulistas, a pesquisa procura respostas para essa reocupação.

Continue lendo “O primeiro filhote de jubarte a gente nunca esquece”

Jubartes à vista no litoral paulista

Nos últimos anos, a população de baleias-jubarte (Megaptera novaengliae) do Atlântico sul ocidental (onde se localiza a costa brasileira), conhecida como “população A”, tem aumentado significativamente [1]. Uma das consequências disso é o reaparecimento desses animais em locais onde sua observação nas últimas décadas era pontual e não sistematizada, fazendo-se necessária a coleta científica das informações relacionadas à dinâmica dos grupos na costa paulista.

Continue lendo “Jubartes à vista no litoral paulista”

Como o conhecimento sobre a organização social de orcas (Orcinus orca) nos leva à lutar contra a exploração de animais para diversão?

Estamos na segunda década do século XXI e nem o mais pessimista do século anterior poderia imaginar que neste momento histórico ainda estaríamos discutindo questões tão arcaicas como a captura em vida livre e a manutenção em cativeiro para exposição e exploração de animais selvagens. Mas aqui estamos nós…

Continue lendo “Como o conhecimento sobre a organização social de orcas (Orcinus orca) nos leva à lutar contra a exploração de animais para diversão?”

Um guia para conhecer as áreas protegidas de São Paulo

O estado de São Paulo possui mais de 150 unidades de conservação e áreas verdes gerenciadas pela Fundação Florestal e apoiadas pelo Instituto Florestal, ambas integrantes do Sistema Ambiental Paulista. Embora o atual governo estadual tenha adotado estratégias controversas sobre a questão ambiental (extinção da histórica Secretaria de Meio Ambiente, fundida com outras duas[1] e a transferência do Cadastro Ambiental Rural para a Pasta de Agricultura [2], só para citar), alguns projetos da gestão anterior resistem, como é o caso do novo Guia das Áreas Protegidas de São Paulo.

Continue lendo “Um guia para conhecer as áreas protegidas de São Paulo”

[livro] Novidades do Livro Vermelho da Fauna 2018

Gato-do-mato-pequeno (Leopardus tigrinus) – Espécie em perigo (EN)

O Instituto Chico Mendes para a Conservação da Biodiversidade – ICMBio – publicou recentemente uma nova edição do Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção (Portaria MMA nº444 e 445/2018). Com o auxílio de mais de 200 instituições nacionais e internacionais e 1.270 especialistas, a publicação é considerada o maior esforço de um país para avaliar o risco de extinção de espécies da fauna.

Continue lendo “[livro] Novidades do Livro Vermelho da Fauna 2018”