O mundo natural antes da fotografia

Vivemos na era da imagem. Uma pesquisa recente apontou que em 2017 os humanos produziram cerca 1.2 trilhões de fotografias [1] e a tendência desse número é de crescimento nos próximos anos. A fotografia faz parte da nossa cultura contemporânea e através dela criamos nossas principais referências visuais, inclusive do mundo natural. Fotógrafos como Araquém Alcântara, Sebastião Salgado e Luciano Candisani nos ajudam a viajar aos locais mais remotos do mundo sem sairmos de casa. Mas até 200 anos atrás a história era bem diferente.

Continue lendo “O mundo natural antes da fotografia”

[livro] Dois livros e um Darwin

A abertura das comemorações do aniversário de Darwin (mais conhecida como Darwin Day) no Museu de Zoologia da USP (MZUSP) foi histórica. A organização do evento convidou para a primeira mesa-redonda dois personagens diretamente relacionados à principal publicação de Charles Darwin, o livro “A Origem das Espécies”: os professores doutores Nélio Bizzo (FE-USP) e Pedro Paulo Pimenta FFLCH-USP).

Continue lendo “[livro] Dois livros e um Darwin”

Darwin sem censura

No próximo dia 12 de fevereiro o mundo comemora o nascimento de um dos maiores cientistas da história da humanidade: Charles Robert Darwin. Ele revolucionou o pensamento sobre a diversidade da vida e seus mecanismos com a publicação do livro “A Origem das Espécies” (1859), que causou enorme impacto na sociedade da época. O resultado provocou algumas alterações nas edições seguintes do livro, como por exemplo a supressão de um trecho no qual Darwin sugere que as baleias tinham origem num ancestral mamífero terrestre.

Continue lendo “Darwin sem censura”

Por que celebrar Darwin?

Charles Robert Darwin é uma figura histórica. Sua jornada, do embarque no HMS Beagle até a publicação de um dos livros mais famosos da humanidade (“A Origem das Espécies“, 1859), é motivo de estudos e discussões até os dias atuais. O fato é que suas ideias sobre a origem, adaptação e seleção natural transformaram o pensamento científico e a forma como encaramos a diversidade da vida.

Continue lendo “Por que celebrar Darwin?”